/Conheça a história do homem de 23 anos que vive “preso” no corpo de um bebê!

Conheça a história do homem de 23 anos que vive “preso” no corpo de um bebê!

Você já deve ter visto muitas histórias comoventes e tocantes, porém, a que  verá a seguir é diferente de tudo, haja visto os detalhes intrigantes que a cercam. Manpreet Singh tem 23 anos, mas se encontra “preso” no corpo de um bebê. Parece uma história maluca, que alguém inventou por aí, mas é verdadeira e intriga médicos de todo o mundo.

Aos 23 anos, o corpo de Manpreet mede cerca de 58 cm, pesando 5 kg, ele necessita de cuidados a todo momento.

Foto/Reprodução

Atualmente quem cuida dele são seus tios, haja visto que ele se recusa a morar com seus pais biológicos, sua tia Lakhwinder Kaur, explica que: “Nós o enviamos de volta para os pais várias vezes, mas ele não quer ficar com eles”.

Mesmo tendo sido investigado por alguns médicos, não sabe ao certo o que o rapaz tem. Muitos especialistas da área, acreditam que se trata de uma deficiência hormonal, porém, não afirmam com certeza, devido a exames específicos que ele não fez.

Foto/Reprodução

Mesmo assim, muitos apostam que se trata da síndrome de Laron, uma condição genética extremamente rara que atualmente afeta apenas 300 pessoas em todo o planeta. Só que ele ainda não recebeu um diagnóstico completo e oficial, para isso a família teria que desembolsar a quantia de US$ 6 mil (Seis mil dólares) apenas para as investigações preliminares, valor totalmente fora da realidade de seus familiares. 

Quem possuí a Síndrome tem quantidades baixíssimas de um hormônio chamado Somatomedina C, que é o responsável direto por estimular as células a crescerem e se dividirem.

Foto/Reprodução

Mesmo assim seus familiares afirmam que ele é feliz, seu tio Karanvir Singh garante que: “Manpreet ri como uma criança e raramente fica triste”. “É só quando os cães ou qualquer outro animal fazem um som que ele fica aterrorizado e chora”.

Extremamente preocupados com seu futuro, os tios que cuidam de Manpreet, procuram a todo momento, diferentes profissionais, na tentativa de descobrir o que realmente ele tem, porém, ouvem a mesma resposta: É preciso fazer esses exames caros. 

Por isso, eles até fundaram uma página (que você pode acessar abaixo) com o intuito de conseguir arrecadar os valores necessários para custear os primeiros exames.

Foto: Media Drum World

Uma história chocante e surreal! Esperamos que a família consiga arrecadar os valores necessários e possam descobrir o que realmente Manpreet têm e assim começar o tratamento adequado.

Você também pode se interessar:

E você o que achou? Deixe sua opinião!